Compaixão, expiação e indiferença do Estado: Notas sobre a tragédia de Entre-os-Rios

Imprensa da Universidade de Coimbra/Coimbra University Press
Amostra grátis

No dia 4 de março de 2001, por volta das 21 horas e 10 minutos, o desabamento do pilar P4 da Ponte Hintze Ribeiro, em Entre-os-Rios, provoca a queda parcial da estrutura do tabuleiro. Um autocarro, com 53 pessoas a bordo, e três viaturas ligeiras, com seis ocupantes, são atirados para as águas gélidas do rio Douro. Cinquenta e nove pessoas perdem a vida. Mais de uma década volvida sobre o desastre, este tem vindo progressivamente a converter-se num mero acontecimento local e a perder muito do desassossego de que foi inicialmente tomado. O desassossego que a Tragédia de Entre-os-Rios provoca hoje, não reside na compaixão que conduziu à lógica de expiação adotada pelo Governo de António Guterres, mas sim no facto do desastre ter dado origem a uma relação excecional entre um Estado penitente e pessoas sofredoras e não a uma relação normal entre um Estado de Direito e cidadãos lesados. Pelo facto das lágrimas que se choraram, então, terem conferido um simulacro de poder político ao território e aos familiares das vítimas precisamente por serem lágrimas. É isto que provoca desassossego.
Ler mais

Acerca do autor

Pedro Araújo é Doutorado em Sociologia pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. Investigador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra - Laboratório Associado, é membro do Núcleo de Estudos sobre Políticas Sociais, Trabalho e Desigualdades e do Observatório do Risco. Os seus interesses de investigação centram-se em questões relacionadas com o desemprego e as experiências do desemprego e, mais recentemente, com os desastres, o Estado, e a cidadania. Das suas publicações destacam-se o livro “A Tirania do Presente. Do trabalho para a vida às incertezas do desemprego”

(Quarteto, 2008); a coorganização, com Ana Raquel Matos e Susana Costa, do livro “Vítimas, Estado e Cidadania. Responsabilidades Cruzadas” (Edições Húmus, 2012); e a coorganização, com José Manuel Mendes, do livro “Os Lugares (Im)Possíveis da Cidadania. Estado e Risco num Mundo Globalizado” (Almedina-CES, 2012).

Ler mais
A carregar...

Informações adicionais

Editora
Imprensa da Universidade de Coimbra/Coimbra University Press
Ler mais
Publicado em
3 de out de 2016
Ler mais
Páginas
387
Ler mais
ISBN
9789892612171
Ler mais
Funcionalidades
Ler mais
Ideal para
Ler mais
Idioma
português
Ler mais
Proteção de conteúdo
Este conteúdo está protegido por DRM.
Ler mais

Informações de leitura

Smartphones e Tablets

Instale a aplicação Google Play Livros para Android e iPad/iPhone. A aplicação é sincronizada automaticamente com a sua conta e permite-lhe ler online ou offline, onde quer que esteja.

Portáteis e Computadores

Pode ler livros comprados no Google Play utilizando o navegador de Internet do computador.

eReaders e outros dispositivos

Para ler em dispositivos e-ink como o Sony eReader ou o Barnes & Noble Nook, tem de transferir um ficheiro e movê-lo para o seu dispositivo. Siga as instruções detalhadas do Centro de Ajuda para mover os ficheiros para eReaders suportados.
©2018 GoogleTermos de Utilização do SitePrivacidadeProgramadoresArtistasAcerca da Google|Localização: Estados UnidosIdioma: Português (Portugal)
Ao comprar este item, está a efetuar uma transação com o Google Payments e a aceitar os Termos de Utilização e o Aviso de Privacidade do Google Payments.