O Deus esquecido: Revertendo nossa trágica negligência para com o Espírito Santo

Editora Mundo Cristão
56
Free sample

A irrelevância da Igreja em muitos lugares e a apatia de seus membros pode ser creditada, em boa medida, ao desprezo pela ação do Espírito Santo. Igrejas que se renderam ao mero ativismo e à espetacularização do culto, no fundo, não passam de mero agrupamento de pessoas cuja aparência esfuziante oculta a ausência de Alguém que não está sendo convidado para a festa. Não é por falta de livros que o povo de Deus ignora o Espírito Santo. Muito já se escreveu e se falou sobre a terceira pessoa da Trindade. Contudo, a visão estereotipada e falsa do Espírito (propriedade exclusiva dos carismáticos, ou ilustre desconhecido dos conservadores) persiste entre um grande número de cristãos. Mas a questão não para por aí. O puro desinteresse pelo compromisso com Deus e o próximo tem alimentado a negligência para com o Espírito. Francis Chan revela o exato senso de urgência da questão. Se a Igreja quiser transformar o mundo, precisa antes transformar-se numa comunidade que vive sob a força renovadora do Espírito Santo. Quem vê o pastor Francis Chan surfar numa praia californiana não imagina que ali esteja um dos mais vibrantes líderes religiosos da atualidade. Sua mensagem contundente, contemporânea e biblicamente fundamentada levou um pequeno grupo de estudo bíblico a transformar uma igreja com mais de 3.000 membros, a Cornestone Church (Igreja da Pedra Angular). Seu compromisso com missões surpreendeu a todos quando sua igreja investiu 50% do orçamento anual em missões, nos quatro continentes. Como poucos, ele e sua equipe sabem explorar as novas mídias, atraindo o público jovem e divulgando a mensagem em formato digital, de áudio e vídeo, na Internet. É esse líder inovador e arrebatado pela mensagem da cruz que agora convida você a entregar-se ao poder do Espírito Santo, a fim de que sua vida faça diferença para aqueles por quem Cristo morreu.
Read more

More by Francis Chan

See more

Reviews

4.7
56 total
Loading...

Additional Information

Publisher
Editora Mundo Cristão
Read more
Published on
Jan 1, 2013
Read more
Pages
108
Read more
ISBN
9788573259568
Read more
Language
Portuguese (Portugal)
Read more
Genres
Family & Relationships / Education
Read more
Content Protection
This content is DRM protected.
Read more
Read Aloud
Available on Android devices
Read more

Reading information

Smartphones and Tablets

Install the Google Play Books app for Android and iPad/iPhone. It syncs automatically with your account and allows you to read online or offline wherever you are.

Laptops and Computers

You can read books purchased on Google Play using your computer's web browser.

eReaders and other devices

To read on e-ink devices like the Sony eReader or Barnes & Noble Nook, you'll need to download a file and transfer it to your device. Please follow the detailed Help center instructions to transfer the files to supported eReaders.
G.K. Chesterton
O marco do pensamento cristão do século XX. "Chesterton (1874-1936) faz neste livro uma autobiografia espiritual, em que o núcleo da crença cristã se apresenta como suficiente arcabouço para conferir sentido à existência humana." - O Estado de São Paulo. "Um século depois de sua aparição, o livro mantém todo o seu frescor e novidade." - Marcelo Coelho (Folha de São Paulo). "Um verdadeiro 'tour de force', em termos de inteligência e de humor." - Moacyr Scliar (Folha de São Paulo). "Publicado em 1909, Ortodoxia é a melhor síntese de seu pensamento sobre a religião." - Revista Veja. "Leiam, por amor à inteligência, Ortodoxia, que acaba de ser relançado pela editora Mundo Cristão." - Reinaldo Azevedo. "Uma eloqüente apologia do cristianismo contra as filosofias e doutrinas do início do século XX." - O Globo. "O ensaísmo de Chesterton me atrai por sua arte argumentativa." - Daniel Piza (O Estado de São Paulo). Numa época em que a Europa dava os primeiros passos para tornar-se uma sociedade pós-cristã, um intelectual de grosso calibre, cansado do cinismo reinante e do fascínio despertado por novas idéias, resgata o núcleo da fé cristã como arcabouço suficiente para dar sentido à existência humana. Ao contar sua jornada espiritual, G. K. Chesterton faz saber à intelligentsia européia da primeira metade do século XX que o socialismo, o relativismo, o materialismo e o ceticismo estavam longe de responder às questões existenciais mais profundas. E quando questionado sobre as aparentes contradições da fé cristã, Chesterton era um mestre em valer-se do paradoxo para apresentar a simplicidade do senso comum. Seu jeito despojado, seu estilo incisivo e a facilidade de rir de si mesmo tornaram célebres seus debates com intelectuais da época, como George Bernard Shaw, H.G. Wells, Bertrand Russell e Clarence Darrow. Dono de uma pena arguta, sutil e envolvente, Gilbert Keith Chesterton deixou marcas inesquecíveis em mestres da literatura como Hemingway, Borges, García Márquez e T. S.
©2018 GoogleSite Terms of ServicePrivacyDevelopersArtistsAbout Google
By purchasing this item, you are transacting with Google Payments and agreeing to the Google Payments Terms of Service and Privacy Notice.