O livro de Jô -: Uma autobiografia desautorizada, Volume 1

Editora Companhia das Letras
16

Em seu aguardado livro de memórias (desautorizadas!), Jô Soares ilumina os bastidores da própria vida com humor e inteligência irresistíveis. Com verve mais afiada do que nunca, Jô Soares compartilha sua trajetória de astro midiático num livro de memórias escrito para fazer rir, chorar e, sobretudo, não esquecer. O primeiro volume resgata fatos, lugares e pessoas marcantes da juventude de Jô e reconstitui seus primeiros passos no mundo dos espetáculos, nas décadas de 1950 e 1960. Entre a infância dourada no Copacabana Palace e a dura conquista do estrelato, acompanhamos o autor do nascimento aos trinta anos. Os antecedentes familiares, a meninice privilegiada nos palácios da elite carioca, a mudança para um internato na Suíça, os marcos da formação cultural do futuro showman na adolescência, a paixão pelo jazz, a estreia modesta em pontas no cinema e na televisão, o primeiro casamento e, finalmente, a conquista do sucesso numa São Paulo fervilhante: tudo que você sempre quis saber sobre Jô, ele mesmo conta, com o talento narrativo do romancista de O Xangô de Baker Street e O homem que matou Getúlio Vargas.
Read more

About the author

José Eugênio Soares, o Jô, nasceu no Rio de Janeiro, em 1938. Passou a infância no Copacabana Palace, onde seus pais moravam. Estudou no Colégio São Bento do Rio e no Colégio São José de Petrópolis antes de se matricular no Lycée Jaccard, tradicional internato suíço, em 1952. Viveu na Europa até 1957. De volta ao Rio, desistiu de estudar para diplomata e, revelado pela habilidade ao bongô, estreou no mundo dos espetáculos com o nome artístico Joe Soares. No começo da década de 1960, trocou o "Joe" por "Jô" e se mudou para São Paulo, onde em poucos anos alcançou o estrelato como humorista, ator, diretor, roteirista, tradutor e jornalista, consagrando-se como showman no teatro e na televisão. Trabalhou nas TVs Record e Excelsior e no jornal ÚItima Hora, além de fazer incursões nas artes visuais. Em 1969, quando já era um sucesso nacional de público e crítica, voltou a morar no Rio para escrever e atuar nas atrações humorísticas da TV Globo. Em 1981 estreou o programa solo Viva o Gordo, no qual criou uma galeria de personagens inesquecíveis como Gardelón, Capitão Gay e Vovó Naná. Em 1988, novamente em São Paulo, transferiu-se para o SBT com o humorístico Veja o Gordo e o talk show Jô Soares Onze e Meia, pioneiro do formato no Brasil. Retornou à Globo em 2000 com o Programa do Jô, no qual realizou mais de 14 mil entrevistas. É autor de quatro romances, todos publicados pela Companhia das Letras: O Xangô de Baker Street (1995), O homem que matou Getúlio Vargas (1998), Assassinatos na Academia Brasileira de Letras (2005) e As esganadas (2011).
Read more
4.4
16 total
Loading...

Additional Information

Publisher
Editora Companhia das Letras
Read more
Published on
Nov 22, 2017
Read more
Pages
480
Read more
ISBN
9788543811123
Read more
Language
Portuguese
Read more
Genres
Biography & Autobiography / Entertainment & Performing Arts
Biography & Autobiography / Personal Memoirs
Read more
Content Protection
This content is DRM protected.
Read more
Read Aloud
Available on Android devices
Read more

Reading information

Smartphones and Tablets

Install the Google Play Books app for Android and iPad/iPhone. It syncs automatically with your account and allows you to read online or offline wherever you are.

Laptops and Computers

You can read books purchased on Google Play using your computer's web browser.

eReaders and other devices

To read on e-ink devices like the Sony eReader or Barnes & Noble Nook, you'll need to download a file and transfer it to your device. Please follow the detailed Help center instructions to transfer the files to supported eReaders.
©2018 GoogleSite Terms of ServicePrivacyDevelopersArtistsAbout Google
By purchasing this item, you are transacting with Google Payments and agreeing to the Google Payments Terms of Service and Privacy Notice.