Che Guevara: mito, mídia e imaginário

EDIPUCRS
Free sample

 “Che Guevara é o maior mito latino-americano da segunda metade do século XX. Enfrentou o ‘sistema’, lutou por uma utopia, chegou ao poder com Fidel Castro, em Cuba, abandonou tudo para continuar sua busca da ‘libertação’ do resto da América Latina e foi executado, ainda jovem, na Bolívia. Um mito é sempre uma hiper-realidade, algo que se torna mais real do que real. A mídia tem um papel na hiper-realidade mítica contemporânea. A foto de Che Guevara morto, com as feições normalmente atribuídas a Jesus Cristo, Che, ‘o Cristo de Vallegrande’, continua correndo o mundo e atualizando o mito como algo mais real do que o real, aquilo que a ‘realidade’, a verdade histórica, não consegue desmanchar nem redimensionar.”

Juremir Machado da Silva


Read more
Loading...

Additional Information

Publisher
EDIPUCRS
Read more
Published on
Aug 2, 2018
Read more
Pages
98
Read more
ISBN
9788539711413
Read more
Language
Portuguese
Read more
Genres
Business & Economics / Industries / Media & Communications
Language Arts & Disciplines / Communication Studies
Read more
Content Protection
This content is DRM protected.
Read more
Read Aloud
Available on Android devices
Read more

Reading information

Smartphones and Tablets

Install the Google Play Books app for Android and iPad/iPhone. It syncs automatically with your account and allows you to read online or offline wherever you are.

Laptops and Computers

You can read books purchased on Google Play using your computer's web browser.

eReaders and other devices

To read on e-ink devices like the Sony eReader or Barnes & Noble Nook, you'll need to download a file and transfer it to your device. Please follow the detailed Help center instructions to transfer the files to supported eReaders.
O que o cinema e certas obras de arte têm que nos impressionam tanto? Que magia é essa que nos enfeitiça e contagia? Por que nos emocionamos diante de certas obras estéticas e nos sentimos tocados profundamente em nosso ser? Há algo nelas que faz vibrar, que ressoa e produz eco no espectador ou leitor. Neste livro de ensaios de Vanessa Brasil, o ponto que vibra e ressoa está presente na análise do filme Central do Brasil, no núcleo da cena em que Dora (Fernanda Montenegro) se perde na multidão da festa da romaria e desmaia (capítulo I); no personagem de Lady Macbeth, grã-deusa que invoca o fim de sua feminilidade (capítulo III); no ponto fulgurante e ameaçador localizado no céu e que imanta as miradas de certos personagens, tanto do filme de Lars von Trier como das pinturas selecionadas em Melancolia, um instante em que o personagem ou espectador "toca" aquilo que o ultrapassa e espanta: o incomensurável (capítulo IV); no beijo do vampiro nos filmes, essa promessa e materialização de eternidade (capítulo II); no ser que vaga, perde-se ou se choca em Crash, no limite (capítulo V). O ponto de ignição – que vibra, atrai e ecoa no sujeito – é o fio que conduz e que tece este livro de ensaios. Convidamos o leitor para viver uma experiência de análise e alcançar um olhar que atravessa a superfície material da obra estética para encontrar o seu sentido. Tanto os estudiosos de semiótica, psicanálise ou arte quanto os leitores que amam cinema, teatro, pintura e literatura irão se identificar na escritura e durante a travessia que propõe a autora.
©2018 GoogleSite Terms of ServicePrivacyDevelopersArtistsAbout Google|Location: United StatesLanguage: English (United States)
By purchasing this item, you are transacting with Google Payments and agreeing to the Google Payments Terms of Service and Privacy Notice.