Peomas

e-galáxia
Amostra gratuita

Já no título, este livro nos instiga. “Peomas” é o quarto livro de Leandro Jardim, autor também de “Todas as vozes cantam”, “Os poemas que não gostamos dos nossos poetas favoritos” e “Rubores”. Novamente, o poeta, contista, letrista e compositor oferece ao leitor, a partir de um competente exercício de metalinguagem, a oportunidade de se pensar ludicamente a literatura. Sim, Leandro é daqueles autores que encaram a escrita como um ofício (ainda que lúdico e prazeroso) e em cuja obra podemos entrever um projeto, um pensamento sobre o próprio fazer literário. Em seus livros há sempre uma hipótese do que pode vir a ser a poesia, a literatura, a autoria. Em Todas as vozes, por exemplo, a sugestão de que basta estar na linguagem para ser poeta. Agora, em “Peomas”, a insinuação é a de que a poesia pode estar no simples rearranjar dos signos. E se não é nova a hipótese (já tão levada a cabo por movimentos de vanguarda como o surrealismo e a pop-art) de que o que resta ao artista hoje é combinar e recombinar aquilo que já foi dito afim de que outros sentidos sejam produzidos, é única (e agradabilíssima ao leitor) a maneira como Jardim a testa ao longo deste novo livro. (Eu tenho escrito peomas,/ debruçado-me em porsas/ e parcas cançeõs/ alheias; tenho buscado o torto, o novo,/o alterado/desses sentimentos/iguais; tenho encontrado no erro/ outro efeito:/um certo/prazer em conhecê-lo).

Em dias em que muitos potetas, (ops!, poetas) se protegem debaixo do enorme guarda-chuva de neomarginais, o leitor poderá encontrar, em meio a tanta oferta, este livro belo e maduro, fruto de um trabalho competente e de uma sensibilidade única e intransferível.
Ler mais

Resenhas

Carregando...

Outras informações

Publisher
e-galáxia
Ler mais
Published on
14 de ago de 2015
Ler mais
Pages
66
Ler mais
ISBN
9788563883995
Ler mais
Language
português (Portugal)
Ler mais
Genres
Poetry / General
Ler mais
Content Protection
This content is DRM protected.
Ler mais
Read Aloud
Available on Android devices
Ler mais
Qualificado para a Biblioteca da família

Informações de leitura

Smartphones e tablets

Instale o app Google Play Livros para Android e iPad/iPhone. Ele sincroniza automaticamente com sua conta e permite ler on-line ou off-line, o que você preferir.

Laptops e computadores

Você pode ler livros comprados no Google Play usando o navegador da Web de seu computador.

eReaders e outros dispositivos

Para ler em dispositivos e-ink como o e-Reader da Sony ou o Barnes & Noble Nook, você precisará fazer o download e a transferência de um arquivo para o dispositivo. Siga as instruções detalhadas da Central de Ajuda para enviar os arquivos aos e-Readers compatíveis.
Carlos Rogério Cerqueira Junior
O amor é uma das manifestações mais genuinamente humanas: é sentimento (na figura da sensação provocada pelo ser amado) como também pensamento (resultante da compreensão do indivíduo acerca de seu próprio estado amoroso). O amor, inicialmente único, paradoxal, completo, hermético e sem qualquer importância para os outros, por meio da poesia, expõe seus contornos mais belos (e, por que não, trágicos?) permitindo aos leitores experimentarem a identificação com o escritor: desse modo, a poesia se transforma numa genuína ponte de comunicação entre os seres humanos. Nesse livro, explora-se o liminar entre o êxtase de amar e a dor do amor não concretizado. Afinal, a poesia é exteriorização de um desejo, sua realização sublimada: as palavras impronunciáveis que se remodelam na forma de arte. A obra é composta por 60 poemas escritos entre 2010 e 2012, que versam sobre o amor e seus desdobramentos mais imediatos como solidão, dor, felicidade e arrebatamento. Em diversas ocasiões, remete-se à mitologia grega, estabelecendo paralelos e releituras entre deuses e o ser amante, divinamente amaldiçoado. Referências diversas, de óperas a esculturas, permitem estabelecer diálogos com outras manifestações artísticas. E, não menos importante, trabalha-se com as múltiplas interpretações que podem surgir do uso da língua para racionalizar o sentimento amoroso. Dessa forma, essa coletânea de poesias procura explorar a universalidade do amor, permitindo que o leitor possa reconhecer nos versos, o reflexo da sua própria concepção e experiência amorosa.
©2018 GoogleTermos de Serviço do sitePrivacidadeDesenvolvedoresArtistasSobre o Google
Ao comprar este item, você faz uma transação com o Google Payments e concorda com os Termos de Serviço e o Aviso de privacidade do Google Payments.