A história do Brasil para quem tem pressa: Dos bastidores do descobrimento à crise de 2015 em 200 páginas!

Editora Valentina
176
Amostra gratuita

Dos bastidores do descobrimento à crise de 2015 em 200 páginas! Ilustrado e didático, um livro essencial para todos que procuram um ponto de partida para se aprofundar na história do Brasil. Diz o poeta alemão Bertold Brecht: "De nada vale partir das coisas boas de sempre, mas sim das coisas novas e ruins. " Seguindo tais conselhos, A História do Brasil para Quem Tem Pressa faz uma digressão sobre a história do país para tentar compreender o tempo presente e responder a algumas perguntas essenciais: • Por que, do ponto de vista político, o Brasil ainda é um país muito frágil? • Por que a nossa imensa riqueza natural não se reverte em um estado de bem-estar social universal? • O que estava por trás da viagem que trouxe Cabral ao Brasil? • Por que o território foi dividido em Capitanias Hereditárias? • Por que fomos a última nação do mundo ocidental a abolir de forma oficial o trabalho escravo? Além de responder a essas perguntas, Marcos Costa trata também de outros temas essenciais da nossa história: os verdadeiros milagres brasileiros -- a cana-de-açúcar, o café e o ouro; a abdicação de D. Pedro I; a Guerra do Paraguai; o papel de D. Pedro II e da Princesa Isabel no cenário da futura República; a República do Café com Leite; a Inconfidência Mineira; a Revolução de 1930; o Estado Novo; a morte de Getúlio; a ascensão de JK; Jango e o golpe militar de 1964; o milagre econômico; o movimento das Diretas Já; FHC e o Plano Real; Lula e o PT no poder.
Ler mais
Recolher

Sobre o autor

Marcos Costa pensou em ser arquiteto, mas logo desistiu e foi fazer História na UNESP – campus de Assis. Tornou-se Mestre e Doutor em História Social também pela UNESP. Historiador, professor universitário, pesquisador e escritor. Autor de inúmeros artigos publicados em revistas acadêmicas e dos livros O reino que não era deste mundo, Para uma nova história, Escritos coligidos: textos de Sérgio Buarque de Holanda (em 2 volumes) e O homem que não quis ser imortal
Ler mais
Recolher
4,4
Total: 176
Carregando...

Outras informações

Editora
Editora Valentina
Ler mais
Recolher
Publicado em
13 de set de 2016
Ler mais
Recolher
Páginas
200
Ler mais
Recolher
ISBN
9788558890137
Ler mais
Recolher
Ler mais
Recolher
Linguagem
português
Ler mais
Recolher
Gêneros
History / Americas (North, Central, South, West Indies)
History / Latin America / South America
Ler mais
Recolher
Proteção de conteúdo
Este conteúdo é protegido por DRM.
Ler mais
Recolher
Leitura em voz alta
Disponível nos dispositivos Android
Ler mais
Recolher

Informações de leitura

Smartphones e tablets

Instale o app Google Play Livros para Android e iPad/iPhone. Ele sincroniza automaticamente com sua conta e permite ler on-line ou off-line, o que você preferir.

Laptops e computadores

Você pode ler livros comprados no Google Play usando o navegador da Web de seu computador.

eReaders e outros dispositivos

Para ler em dispositivos e-ink como o e-Reader da Sony ou o Barnes & Noble Nook, você precisará fazer o download e a transferência de um arquivo para o dispositivo. Siga as instruções detalhadas da Central de Ajuda para enviar os arquivos aos e-Readers compatíveis.
A palavra pressa é o particípio passado, em latim, do verbo premere (apertar). Assim, pode-se dizer que A História do Cinema para Quem Tem Pressa se propõe a contar uma das maiores sagas do século 20 (e deste início do 21) para quem precisa apertar o passo ou está apertado de tempo. E quem não está? Em 200 páginas, contextualizado com cada momento histórico, e escrito em linguagem clara e acessível, Sabadin traça um panorama do cinema – linguagem que há mais de um século revoluciona nossa maneira de ver a vida –, desde a época em que seus inventores nem sabiam direito o que fazer com ele, até os dias de hoje, quando movimenta bilhões de dólares pelos cinco continentes. A obra passeia com desenvoltura pelos principais "ismos" cinematográficos do mundo – Impressionismo, Expressionismo, Surrealismo, Realismo, Neorrealismo etc. –, ao mesmo tempo que conta como nasceu Hollywood, o que aconteceu quando os filmes começaram a falar, por que os alemães inventaram o filme de terror, por que os detetives do cinema usam capa e chapéu, como as duas Guerras Mundiais mudaram os filmes, por que o cinema francês é tão papo-cabeça, como a chegada da televisão mudou tudo, o que afinal é um blockbuster, onde entra o Brasil nessa história toda, e muitos outros temas e curiosidades sobre a chamada Sétima Arte. Só não explica que loucura é essa que nos faz tão apaixonados pela telona e pelo escurinho. Para isso, seria necessário outro livro. Aí sim, sem pressa.
©2019 GoogleTermos de Serviço do sitePrivacidadeDesenvolvedoresArtistasSobre o Google|Local: Estados UnidosIdioma: Português (Brasil)
Ao comprar este item, você faz uma transação com o Google Payments e concorda com os Termos de Serviço e o Aviso de privacidade do Google Payments.