Sinto muito, mas não sou japonesa

e-galáxia
Amostra gratuita

Qualquer brasileiro que tenha estudado a língua japonesa passou pelos dicionários japonês-português de Noemia Hinata. Nascida no Brasil, filha de japoneses, vive no Japão desde 1974, onde lecionou literatura brasileira e língua portuguesa em universidades, teve um programa na rádio NHK e escreveu ensaios e deu palestras sobre interculturalidade. Sinto muito, mas não sou japonesa trata dos choques culturais entre Brasil e Japão. Levantando exemplos teóricos e culturais, principalmente da sua grande paixão, o teatro nô, Noemia oferece também um enorme leque de situações cotidianas vividas por ela e seus familiares e amigos. Tudo sem perder o delicioso sotaque dos nipo-brasileiros que tão bem conhecemos no Brasil.
Ler mais
Recolher
Carregando...

Outras informações

Editora
e-galáxia
Ler mais
Recolher
Publicado em
12 de abr de 2017
Ler mais
Recolher
Páginas
200
Ler mais
Recolher
ISBN
9788584741427
Ler mais
Recolher
Ler mais
Recolher
Ler mais
Recolher
Linguagem
português
Ler mais
Recolher
Gêneros
Biografia e Autobiografia / Memórias pessoais
Social Science / Anthropology / Cultural & Social
Ler mais
Recolher
Proteção de conteúdo
Este conteúdo é protegido por DRM.
Ler mais
Recolher
Leitura em voz alta
Disponível nos dispositivos Android
Ler mais
Recolher
Qualificado para a Biblioteca da família

Informações de leitura

Smartphones e tablets

Instale o app Google Play Livros para Android e iPad/iPhone. Ele sincroniza automaticamente com sua conta e permite ler on-line ou off-line, o que você preferir.

Laptops e computadores

Você pode ler livros comprados no Google Play usando o navegador da Web de seu computador.

eReaders e outros dispositivos

Para ler em dispositivos e-ink como o e-Reader da Sony ou o Barnes & Noble Nook, você precisará fazer o download e a transferência de um arquivo para o dispositivo. Siga as instruções detalhadas da Central de Ajuda para enviar os arquivos aos e-Readers compatíveis.
O íntimo, poderoso e inspirador livro de memórias da ex-Primeira-Dama dos Estados Unidos.

Protagonista de uma vida plena e bem-sucedida, Michelle Obama tornou-se numa das mulheres mais emblemáticas e incontornáveis da nossa era. Como Primeira-dama dos Estados Unidos da América, e primeira afro-americana a desempenhar esse papel, ajudou a criar a Casa Branca mais acolhedora e inclusiva da história, ao mesmo tempo que se estabeleceu como uma poderosa defensora de mulheres e meninas nos EUA e em todo o mundo, mudando drasticamente a forma como as famílias procuram uma vida mais saudável e activa, estando sempre ao lado do marido enquanto este conduzia os destinos dos EUA, acompanhando alguns dos seus momentos mais angustiantes. Ao longo do caminho, Michelle Obama mostrou-nos ainda alguns passos de dança, deu-nos a conhecer a sua mestria no Karaoke, e criou duas filhas sob uma pressão mediática implacável.

Nas suas memórias, uma obra de reflexão profunda e uma narrativa fascinante, Michelle Obama convida os leitores a entrar no seu mundo, relatando as experiências que a moldaram -- desde a infância na zona sul de Chicago, passando pelos anos como executiva, equilibrando as exigências da maternidade e o trabalho, até ao tempo passado no endereço mais famoso do mundo. Com honestidade e inteligência, descreve os seus triunfos e decepções, públicas e privadas, contando a história completa de como viveu, nas suas próprias palavras. Terno, sábio e revelador, BECOMING é um relato íntimo de uma mulher de alma e substância que desafiou constantemente as expectativas - e cuja história nos inspira a fazer o mesmo.

 Conheça neste livro detalhes nunca antes revelados da vida de um dos maiores criminosos de todos os tempos... Jhon Jairo Velásquez, também conhecido como Popeye, foi líder dos sicários de um dos maiores e mais enigmáticos narcotraficantes da história: Pablo Escobar. Depois de 23 anos preso, Popeye foi libertado e neste livro conta sua trajetória na vida criminosa, bem como pormenores de suas maiores ações e do sistema que compõe o intrincado ramo do tráfico. Ele iniciou sua carreira criminosa aos 14 anos, servindo como apoio para bandos de matadores e, surpreendentemente, entrou para a Polícia Nacional da Colômbia e para a Escola de Grumetes da Marinha Colombiana. Contudo, abandonou as duas instituições e foi recrutado para o famoso Cartel de Medellín de Pablo Escobar, sendo este o seu ponto de partida para ascender a uma vida violenta e impiedosa. Nesta autobiografia, Popeye detalha inúmeras ações criminosas, dentre as quais há sequestro e assassinato de políticos, inclusive o de um candidato à presidência da República da Colômbia; a detonação de uma bomba dentro de um avião em pleno voo; duas rebeliões dentro da prisão – na qual recrutou um contingente de mais de oitocentos homens e um arsenal imensurável de armas –; além de ter confessado ser o responsável – direta ou indiretamente – por mais de 3 mil mortes. Agora em liberdade, e depois de ter encarado múltiplas tentativas de assassinato, tortura, rebelião e extradições, Popeye alcança uma mudança espiritual e psicológica e inicia uma nova vida com a liberdade que enfim obteve.
©2019 GoogleTermos de Serviço do sitePrivacidadeDesenvolvedoresArtistasSobre o Google|Local: Estados UnidosIdioma: Português (Brasil)
Ao comprar este item, você faz uma transação com o Google Payments e concorda com os Termos de Serviço e o Aviso de privacidade do Google Payments.