Mulheres em movimento movimento de mulheres: a participação feminina na luta pela moradia na cidade de São Paulo

eManuscrito
Free sample

Este livro apresenta, pela perspectiva da História Cultural, o protagonismo feminino na luta por moradia na cidade de São Paulo. Privilegia os exercícios de organização e participação coletiva dos movimentos sociais urbanos, as experiências femininas, ações políticas cotidianas, práticas e redes associativas, trajetórias individuais/coletivas e estratégias de luta (mobilizações, ocupações de terrenos e edifícios, mutirões). Historiciza o processo de urbanização da cidade, formas de apropriação do espaço urbano, a especulação imobiliária, a segregação espacial/social dos populares, as interferências da Igreja Católica, as carências das políticas públicas e ações municipais no setor de habitação. Por meio de ampla bibliografia e mosaico documental (entrevistas, fotografias, recortes de jornais, atas de reuniões, cartas pessoais, gravações audiovisuais e dossiês), Rosana M. P. B. Schwartz estabelece pontes entre o universo acadêmico e os movimentos sociais. Sob o horizonte da humanização das relações humanas, a obra lança luzes sobre as ações participativas das mulheres por moradia digna na cidade de São Paulo.
Read more
Collapse

About the author

A Profa. Dra. Rosana M. P. B. Schwartz é doutora em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP, mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie - UPM, graduada e licenciada em História pela PUC/SP. Pesquisadora e líder do grupo de estudos História da Cultura, Sociedades e Mídias - CNPq. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação, Arte e História da Cultura da Universidade Presbiteriana Mackenzie - UPM. Aprofundou suas pesquisas nas ações políticas, sociais, pedagógicas e culturais dos movimentos sociais urbanos e seus deslocamentos nos territórios da cidade de São Paulo, sob a perspectiva da história cultural e de gênero.
Read more
Collapse
Loading...

Additional Information

Publisher
eManuscrito
Read more
Collapse
Published on
Aug 9, 2019
Read more
Collapse
Pages
308
Read more
Collapse
ISBN
9788593955433
Read more
Collapse
Read more
Collapse
Read more
Collapse
Language
Portuguese
Read more
Collapse
Genres
History / Latin America / General
History / Social History
Read more
Collapse
Content Protection
This content is DRM protected.
Read more
Collapse
Read Aloud
Available on Android devices
Read more
Collapse

Reading information

Smartphones and Tablets

Install the Google Play Books app for Android and iPad/iPhone. It syncs automatically with your account and allows you to read online or offline wherever you are.

Laptops and Computers

You can read books purchased on Google Play using your computer's web browser.

eReaders and other devices

To read on e-ink devices like the Sony eReader or Barnes & Noble Nook, you'll need to download a file and transfer it to your device. Please follow the detailed Help center instructions to transfer the files to supported eReaders.
Manipulações midiáticas em perspectiva histórica é o resultado do trabalho de diversos pesquisadores de diferentes áreas científicas, tais como Sociologia, Antropologia, História, Psicologia, Comunicação, Jornalismo, Educação etc., apenas para citar algumas. Nosso propósito não é acusar os meios de comunicação e as mídias, porque entendemos como o trabalho desses instrumentos é fundamental para uma sociedade pluralista, democrática e dinâmica. Porém a grande verdade no tempo hipermoderno é: o que é notícia real, imaginária ou falsa? Na mesma proporção em que temos acesso a um número indeterminado de informações, fruto da Revolução Digital, não sabemos quando a informação que nos chega tem o objetivo de informar, instruir ou, o que é nossa preocupação, manipular as pessoas para que elas ajam de maneira explícita, segundo um projeto político específico que está vinculado às mídias, afinal a vasta maioria dos políticos no Brasil é também dona de emissoras de rádio, canais de televisão, sites da Internet e outros meios de comunicação. Até que ponto a informação serve aos propósitos dessas pessoas? Que consciência política eles têm formado ou deformado para estabelecer um estilo de governo que mantém o Brasil em realidade sociais vistas no século XIX? Parece que estamos parados no tempo e, a menos que criemos uma cultura e consciência política sólidas, que possam ser aprendidas em qualquer espaço, família, escola, religião, trabalho e quaisquer situações em que haja pessoas, não veremos mudanças significativas no que o Brasil foi, é e será. Está em nossas mãos, como povo, buscar o esclarecimento e a emancipação, o estágio de maioridade, como ensinava Kant.
©2019 GoogleSite Terms of ServicePrivacyDevelopersArtistsAbout Google|Location: United StatesLanguage: English (United States)
By purchasing this item, you are transacting with Google Payments and agreeing to the Google Payments Terms of Service and Privacy Notice.