África eterna

FTD Educação
Free sample

África eterna apresenta um panorama do continente africano: as regiões; as florestas e a fauna; os aspectos humanos, econômicos e culturais; o idioma português na África e o legado da África no Brasil.Fruto de minuciosa pesquisa e cotejamento de fontes, por vezes divergentes, a obra mostra a diversidade do continente, contrapondo-se a visões simplistas e estereotipadas, apresentando uma visão dinâmica das relações da África com o mundo e do Brasil com a África.
Em suas ilustrações, Rui de Oliveira valoriza o povo: o griô, a dançarina, o mercador, a salineira, o petroleiro, o caçador sã, o cameleiro tuaregue, entre outros.
A obra é uma contribuição para o efetivo cumprimento da Lei 10.639, de 9/1/2003, que torna obrigatório o ensino da história e da cultura afro-brasileira, e do Estatuto da Igualdade Racial (Lei 12.288, de 20/7/2010), que torna obrigatório o ensino da história geral da África, ambos a partir do Ensino Fundamental. (FTD Educação)
Read more

Reviews

Loading...

Additional Information

Publisher
FTD Educação
Read more
Published on
Aug 5, 2015
Read more
Pages
64
Read more
ISBN
9788532287687
Read more
Language
Portuguese (Portugal)
Read more
Genres
Juvenile Nonfiction / History / Africa
Juvenile Nonfiction / People & Places / Africa
Read more
Content Protection
This content is DRM protected.
Read more
Read Aloud
Available on Android devices
Read more
Eligible for Family Library

Reading information

Smartphones and Tablets

Install the Google Play Books app for Android and iPad/iPhone. It syncs automatically with your account and allows you to read online or offline wherever you are.

Laptops and Computers

You can read books purchased on Google Play using your computer's web browser.

eReaders and other devices

To read on e-ink devices like the Sony eReader or Barnes & Noble Nook, you'll need to download a file and transfer it to your device. Please follow the detailed Help center instructions to transfer the files to supported eReaders.
Rui de Oliveira
O livro traz a vida e o trabalho de três grandes brasileiros que brilharam no século XVIII: o músico padre José Maurício e os artistas plásticos Mestre Valentim e Aleijadinho. Padre José Maurício foi o mais importante músico do período colonial, Mestre Valentim foi também um dos maiores artistas desse período, e Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, considerado o maior escultor do Barroco brasileiro. 
Rui de Oliveira utiliza-se da riqueza de detalhes do século XVIII para relatar a trajetória e o trabalho de três grandes artistas brasileiros, que brilharam numa época em que o País ainda era colônia, não tinha expressão do ponto de vista cultural e buscava afirmação como nação.
A partir de extensa pesquisa e leitura de fatos e figuras históricas, o autor mostra a grandeza de três homens que são referências de nossa cultura e que tinham como traço comum, a genialidade e o fato de serem mulatos. Padre José Maurício, considerado o mais importante músico do período colonial, compôs mais de quatrocentas músicas, algumas consideradas obras-primas, entre peças sinfônicas, óperas, hinos e outros gêneros. Mestre Valentim, um dos maiores artistas desse período, tem obras que abrangem escultura, entalhe, cinzelagem, ourivesaria, paisagismo, arquitetura, urbanismo e desenho. Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, é considerado o maior escultor do Barroco brasileiro. Também arquiteto e entalhador, deixou uma obra de extraordinária riqueza. (FTD Educação)
Rui de Oliveira
O livro traz a vida e o trabalho de três grandes brasileiros que brilharam no século XVIII: o músico padre José Maurício e os artistas plásticos Mestre Valentim e Aleijadinho. Padre José Maurício foi o mais importante músico do período colonial, Mestre Valentim foi também um dos maiores artistas desse período, e Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, considerado o maior escultor do Barroco brasileiro. 
Rui de Oliveira utiliza-se da riqueza de detalhes do século XVIII para relatar a trajetória e o trabalho de três grandes artistas brasileiros, que brilharam numa época em que o País ainda era colônia, não tinha expressão do ponto de vista cultural e buscava afirmação como nação.
A partir de extensa pesquisa e leitura de fatos e figuras históricas, o autor mostra a grandeza de três homens que são referências de nossa cultura e que tinham como traço comum, a genialidade e o fato de serem mulatos. Padre José Maurício, considerado o mais importante músico do período colonial, compôs mais de quatrocentas músicas, algumas consideradas obras-primas, entre peças sinfônicas, óperas, hinos e outros gêneros. Mestre Valentim, um dos maiores artistas desse período, tem obras que abrangem escultura, entalhe, cinzelagem, ourivesaria, paisagismo, arquitetura, urbanismo e desenho. Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, é considerado o maior escultor do Barroco brasileiro. Também arquiteto e entalhador, deixou uma obra de extraordinária riqueza. (FTD Educação)
©2018 GoogleSite Terms of ServicePrivacyDevelopersArtistsAbout Google
By purchasing this item, you are transacting with Google Payments and agreeing to the Google Payments Terms of Service and Privacy Notice.