Os desafios da pesquisa em história da comunicação: entre a historicidade e as lacunas da historiografia

Free sample

 Os desafios da pesquisa em História da Comunicação – compreendendo os meios e as empresas em seus diversos suportes, os personagens, os contextos, assim como os processos e as práticas de  um fazer comunicativo e/ou informativo e, obviamente, as transformações que ocorrem na essência de cada prática, a partir de sua relação com a sociedade e das intervenções tecnológicas que se impõem a cada dia – revelam que de forma contumaz os investigadores se debruçam sobre temáticas históricas e sociais que podem ser localizadas no jornalismo e em outras práticas de comunicação. 

Foca-se em uma história do campo concentrada na história das empresas de comunicação ou de seus personagens mais destacados e/ou polêmicos e, mais raramente, os autores se debruçam sobre a historicidade do campo, procurando descortinar, a partir das figuras que compõem a essência de cada prática, traços de historicidade que permanecem no tempo ou que dele se apartam em determinados contextos.

O livro que a parceria entre a Alcar e a AHC apresenta ao público traz, portanto, questionamentos acerca das práticas historiográficas realizadas no campo da comunicação, como também procura revelar modos de fazer uma nova história para a comunicação ou dar visibilidade a pesquisas iniciais nesse sentido.

Read more
Collapse

About the author

 
Read more
Collapse
Loading...

Additional Information

Publisher
Edipurs
Read more
Collapse
Published on
May 22, 2019
Read more
Collapse
Pages
440
Read more
Collapse
ISBN
9788539712489
Read more
Collapse
Read more
Collapse
Read more
Collapse
Language
Portuguese
Read more
Collapse
Genres
Political Science / Political Ideologies / Communism, Post-Communism & Socialism
Read more
Collapse
Content Protection
This content is DRM protected.
Read more
Collapse
Read Aloud
Available on Android devices
Read more
Collapse
Eligible for Family Library

Reading information

Smartphones and Tablets

Install the Google Play Books app for Android and iPad/iPhone. It syncs automatically with your account and allows you to read online or offline wherever you are.

Laptops and Computers

You can read books purchased on Google Play using your computer's web browser.

eReaders and other devices

To read on e-ink devices like the Sony eReader or Barnes & Noble Nook, you'll need to download a file and transfer it to your device. Please follow the detailed Help center instructions to transfer the files to supported eReaders.
Este livro foi escrito num período da história quando algumas das mais proeminentes nações do mundo experimentavam visões de governos próximas às socialistas, que na teoria prometiam igualdade e prosperidade, mas, na prática, resultaram no exato oposto. Como essas visões ainda acalentam o sonho de muitas pessoas, tal análise continua tão pertinente como foi há 166 anos. Frédéric Bastiat conseguiu antever, quase como um profeta – quando Marx apenas divulgava o que seriam as bases de O Capital –, toda a sorte de equívocos que aquelas visões carregavam e criou esse manifesto para desmascarar aqueles que defendem a ideia de dar mais poder ao Estado: os intervencionistas, os planejadores, os protecionistas e os socialistas. A Lei – Porque a esquerda não funciona, traz uma reflexão prática sobre ideias de filósofos e outros pensadores acerca da política e da vida em sociedade, dentre eles John Locke e Adam Smith, e trata de temas como liberdade, direitos à propriedade, espoliação, igualdade, livre iniciativa, impostos, democracia, sufrágio universal, autoritarismo e tantos outros que, passados quase dois séculos, ainda provocam debates acalorados. Desde quando seu livro foi publicado, em 1850, os planejadores e os socialistas vieram a controlar cerca da metade do mundo, o que resultou não apenas em opressão e miséria como previsto por Bastiat, mas na morte de mais de cem milhões de seres humanos*; por outro lado, os países que se tornaram ricos foram aqueles que mais apostaram na liberdade. Este livro teve o melhor destino que um livro teórico pode alcançar: a prática provou que estava certo, em um grau muito maior do que seu autor poderia imaginar. É impossível, com tantos dados e tentativas práticas, negar as qualidades bastante superiores do caminho liberal na promoção da riqueza, da dignidade e do bem-estar. A Lei é o melhor caminho para começar a compreender isso.
©2020 GoogleSite Terms of ServicePrivacyDevelopersArtistsAbout Google|Location: United StatesLanguage: English (United States)
By purchasing this item, you are transacting with Google Payments and agreeing to the Google Payments Terms of Service and Privacy Notice.