Vultos da república

Editora Companhia das Letras
1

Fernando Henrique Cardoso prefere mala de cor berrante e não guarda canhoto de cartão de crédito. José Dirceu fica "louco sem um hidratante", não passa em frente a um espelho sem conferir o visual e tem em casa um quadro pintado por José Sarney. Dilma Rousseff confessa uma única tristeza na vida, a de não ser pintora. José Serra já foi "o galã das meninas" e nunca se sentiu tão bem quanto no palco, como ator. E Marina Silva só escreve com lapiseira e em letra de forma. Detalhes sem importância? Nem tanto, quando se trata de compor um bom perfil jornalístico - gênero em que a revista piauí vem se esmerando desde o primeiro número, de outubro de 2006. Numa era de minimalismo editorial, a piauí tomou uma bem-vinda contramão, dedicando largo tempo e espaço à elaboração de perfis caprichados, que já renderiam algumas coletâneas. A primeira delas fecha o foco em personagens da cena política brasileira. Não só os que já disputaram votos - Serra, Marina, Dilma, FHC e José Dirceu - como outros influentes "vultos da República", para usar a rubrica não isenta de ironia que a revista cunhou para uns e outros: o ex-ministro Márcio Thomas Bastos; Sérgio Rosa, presidente do Previ, o maior fundo de pensão da América Latina; e, exceção entre poderosos, o caseiro Francenildo dos Santos, que involuntariamente embaralhou a sucessão do presidente Lula. Escritos por quatro dos melhores jornalistas brasileiros da atualidade - Consuelo Dieguez, Daniela Pinheiro, João Moreira Salles e Luiz Maklouf Carvalho -, os perfis reunidos neste livro certamente ajudam a iluminar o cenário político brasileiro. Mais do que isso: por sua alta qualidade, são textos sem data de validade, capazes de sobreviver à circunstância e continuar sendo, muito além de outubro próximo, uma leitura fascinante.
Read more

About the author

Nasceu em Belo Horizonte em 1945, é jornalista e escritor. Começou no jornalismo no Suplemento Literário do Minas Gerais. Mora em São Paulo desde 1970, onde já trabalhou no Jornal da Tarde, Veja, Jornal da República, Isto É, Jornal do Brasil e Elle. É cronista do jornal O Estado de S. Paulo e autor de O pai dos burros e O santo sujo: a vida de Jayme Ovalle, entre outros livros.
Read more
3.0
1 total
Loading...

Additional Information

Publisher
Editora Companhia das Letras
Read more
Published on
Jul 29, 2010
Read more
Pages
304
Read more
ISBN
9788580865806
Read more
Language
Portuguese
Read more
Genres
Literary Collections / Essays
Read more
Content Protection
This content is DRM protected.
Read more
Read Aloud
Available on Android devices
Read more

Reading information

Smartphones and Tablets

Install the Google Play Books app for Android and iPad/iPhone. It syncs automatically with your account and allows you to read online or offline wherever you are.

Laptops and Computers

You can read books purchased on Google Play using your computer's web browser.

eReaders and other devices

To read on e-ink devices like the Sony eReader or Barnes & Noble Nook, you'll need to download a file and transfer it to your device. Please follow the detailed Help center instructions to transfer the files to supported eReaders.
©2018 GoogleSite Terms of ServicePrivacyDevelopersArtistsAbout Google|Location: United StatesLanguage: English (United States)
By purchasing this item, you are transacting with Google Payments and agreeing to the Google Payments Terms of Service and Privacy Notice.