Ceuta não foi Conquista mas começo dela

Imprensa da Universidade de Coimbra / Coimbra University Press
Free sample

 

 À medida que vamos desenhando (desde há séculos, se não milénios) o mapa-mundi da globalização, cada Povo, cada Nação também mostra interesse em ir vincando a sua carta nacional. Neste esforço de definir e reforçar cada identidade colectiva, claro está que não se esconde qualquer perigo desde que não se confunda “individualização” com “individualismo”. Ao comemorarmos uma vez mais (agora em 2015) a “Conquista de Ceuta”, nós Portugueses não pretendemos apoucar os então vencidos, já que é o “encontro” com os “outros” que nos move e distingue. Um encontro que nem mesmo a acirrada guerra religiosa e ideológica de então logrou obliterar por completo; ainda que luta armada e outras actividades geradoras de “honra”, “proveito” e “fama” tenham balanceado um Portugal independente para mais conquistas (ultramarinas), colonizações (sobretudo de espaços sem homens), descobertas (geográficas e humanas) e ensaios (modernos) de governação e administração.

“Ceuta”, obviamente, não foi começo de tudo isto, mas continua a ser “registo de memória” e “dever de história”, que não apenas para os Portugueses; por tal, decidimos redigir esta colectânea de artigos.

As we have been drawing (for centuries, if not millennia) the mapa-mundi of globalization, each People, each Nation also shows interest in being credited with their national charter. In this effort to define and reinforce each collective identity, it is clear that no danger is concealed if one does not confuse "individualization" with "individualism".

As we celebrate once more (now in 2015) the "Conquest of Ceuta", we Portuguese do not intend to hide the defeated ones, since it is the "encounter" with the "others" that moves us and distinguishes us. An encounter that even the fierce religious and ideological war of that time managed to obliterate completely; Although armed struggle and other activities generating "honor", "advantage" and "fame" have balanced an independent Portugal for more conquests (overseas) colonizations (mainly of spaces without men), discoveries (geographic and human) and essays Modern) of governance and administration.

"Ceuta", obviously, was not the beginning of all this, but it remains "memory register" and "duty of history", not only for the Portuguese but also for mankind, that’s why we decided to write this collection of articles.

Read more

About the author

João Marinho dos Santos tem desenvolvido produção científica principalmente nas áreas de História dos Descobrimentos e da Expansão Portuguesa e de História Local, como prova, além de numerosos artigos e capítulos de livros, a publicação de: Os Açores nos Séculos XV e XVI, Ponta Delgada, 1990, 2 vols. (740 p.); Pobreza e Cultura no Concelho de Almeida, 2 vols., Maia, 1991 (421 p. + 24 fotos); Diogo do Couto: Tratado dos feitos de Vasco da Gama e seus filhos na Índia, em col., Lisboa, 1998 (206 p.); Estudos sobre os Descobrimentos e a Expansão Portuguesa, vol. I, Coimbra, 1998 (223 p.); A Guerra e as Guerras na Expansão Portuguesa (séculos XV e XVI), Lisboa, 1998 (371 p. + 42 grav.); Os Portugueses em Viagem pelo Mundo - Representações Quinhentistas de Cidades e Vilas, Lisboa, 1998 (362 p. + 80 grav.); Vasco da Gama – A Honra, o Proveito, a Fama e a Glória, em col., Porto, 1999 (323 p.); A Historiografia dos Descobrimentos através da correspondência entre alguns dos seus vultos: Joaquim de Carvalho, Joaquim Bensaúde, Duarte Leite e Fontoura da Costa, em col., Coimbra, 2004 (307 p.); Notícias e Memórias Paroquiais Setecentistas – Almeida, Viseu, 2005 (238 p.); O Concelho de Almeida – Esboço Histórico-Sociológico, Viseu, 2005 (295 p.); Santa Cruz do Cabo de Gué d’Agoa de Narba – Estudo e Crónica (edição em Português e Árabe e em col.), Viseu, 2007 (317 p. - Prémio Gulbenkian 2008 da Academia Portuguesa de História); Sarzedas Vila Condal, Viseu, 2008 (221 p.); Notícias e Memórias Paroquiais Setecentistas – Castelo Branco, Viseu, 2008 (261 p.); Estudos sobre os Descobrimentos e a Expansão Portuguesa, vol. II, Coimbra, 2010 (220 p.); Sarzedas nos Forais de 1212 e 1512, Coimbra, 2012 (174 p.). É atualmente Professor Catedrático Jubilado da Universidade de Coimbra.

João Marinho dos Santos has developed scientific production mainly in the areas of History of the Discoveries and Portuguese Expansion and Local History, as proof, in addition to numerous articles and book chapters: Os Açores nos Séculos XV e XVI, Ponta Delgada, 1990, 2 vols. (740 p.); Pobreza e Cultura no Concelho de Almeida, 2 vols., Maia, 1991 (421 p. + 24 fotos); Diogo do Couto: Tratado dos feitos de Vasco da Gama e seus filhos na Índia, em col., Lisboa, 1998 (206 p.); Estudos sobre os Descobrimentos e a Expansão Portuguesa, vol. I, Coimbra, 1998 (223 p.); A Guerra e as Guerras na Expansão Portuguesa (séculos XV e XVI), Lisboa, 1998 (371 p. + 42 grav.); Os Portugueses em Viagem pelo Mundo - Representações Quinhentistas de Cidades e Vilas, Lisboa, 1998 (362 p. + 80 grav.); Vasco da Gama – A Honra, o Proveito, a Fama e a Glória, em col., Porto, 1999 (323 p.); A Historiografia dos Descobrimentos através da correspondência entre alguns dos seus vultos: Joaquim de Carvalho, Joaquim Bensaúde, Duarte Leite e Fontoura da Costa, em col., Coimbra, 2004 (307 p.); Notícias e Memórias Paroquiais Setecentistas – Almeida, Viseu, 2005 (238 p.); O Concelho de Almeida – Esboço Histórico-Sociológico, Viseu, 2005 (295 p.); Santa Cruz do Cabo de Gué d’Agoa de Narba – Estudo e Crónica (edição em Português e Árabe e em col.), Viseu, 2007 (317 p. - Prémio Gulbenkian 2008 da Academia Portuguesa de História); Sarzedas Vila Condal, Viseu, 2008 (221 p.); Notícias e Memórias Paroquiais Setecentistas – Castelo Branco, Viseu, 2008 (261 p.); Estudos sobre os Descobrimentos e a Expansão Portuguesa, vol. II, Coimbra, 2010 (220 p.); Sarzedas nos Forais de 1212 e 1512, Coimbra, 2012 (174 p.).

He is currently  Emeritus Full Professor at the University of Coimbra. 

Read more
Loading...

Additional Information

Publisher
Imprensa da Universidade de Coimbra / Coimbra University Press
Read more
Published on
Jul 25, 2017
Read more
Pages
128
Read more
ISBN
9789892613963
Read more
Read more
Best For
Read more
Language
Portuguese
Read more
Content Protection
This content is DRM protected.
Read more

Reading information

Smartphones and Tablets

Install the Google Play Books app for Android and iPad/iPhone. It syncs automatically with your account and allows you to read online or offline wherever you are.

Laptops and Computers

You can read books purchased on Google Play using your computer's web browser.

eReaders and other devices

To read on e-ink devices like the Sony eReader or Barnes & Noble Nook, you'll need to download a file and transfer it to your device. Please follow the detailed Help center instructions to transfer the files to supported eReaders.
©2018 GoogleSite Terms of ServicePrivacyDevelopersArtistsAbout Google|Location: United StatesLanguage: English (United States)
By purchasing this item, you are transacting with Google Payments and agreeing to the Google Payments Terms of Service and Privacy Notice.