Modernidades alternativas

Editora FGV
Free sample

Lá no século XVII, começaram as disputas: de um lado, as modernidades liberais; de outro, as modernidades alternativas. Entre estas múltiplas tendências, um denominador comum: evitar, como se fosse possível, as tragédias provocadas pelos programas liberais de modernidade. No século XX, novas propostas: pela esquerda, a social-democracia, o socialismo soviético, os nacional-estatismos; pela direita, os corporativismos, os fascismos, o nazismo. Eis o que nos interessa: o inventário dos projetos alternativos de modernidade em seus tortuosos itinerários, contradições e impasses.
Read more
Collapse
Loading...

Additional Information

Publisher
Editora FGV
Read more
Collapse
Published on
Aug 20, 2008
Read more
Collapse
Pages
680
Read more
Collapse
ISBN
9788522515950
Read more
Collapse
Read more
Collapse
Best For
Read more
Collapse
Language
Portuguese
Read more
Collapse
Genres
Social Science / Sociology / General
Read more
Collapse
Content Protection
This content is DRM protected.
Read more
Collapse
Eligible for Family Library

Reading information

Smartphones and Tablets

Install the Google Play Books app for Android and iPad/iPhone. It syncs automatically with your account and allows you to read online or offline wherever you are.

Laptops and Computers

You can read books purchased on Google Play using your computer's web browser.

eReaders and other devices

To read on e-ink devices like the Sony eReader or Barnes & Noble Nook, you'll need to download a file and transfer it to your device. Please follow the detailed Help center instructions to transfer the files to supported eReaders.
Este livro é uma bela introdução à obra e à trajetória intelectual de Michael Löwy, brasileiro de origem judaica, radicado em Paris há muitos anos. Caracterizado por um marxismo heterodoxo e não dogmático, seu pensamento ajuda a desvendar as contradições da modernidade, e suas pesquisas mais recentes, em especial, apontam a necessidade de renovar e atualizar o marxismo, como bem demonstra a análise de Fabio Mascaro Querido. Escrito com clareza e num tom que favorece a leitura, sem abrir mão do rigor acadêmico, o livro contribui também para pensar os dilemas e os desafios impostos ao pensamento social crítico contemporâneo, particularmente ao marxista. O autor mostra como Löwy – continuando a tradição aberta por Rosa Luxemburgo, Lukács e sobretudo Walter Benjamin – tem sabido incorporar criticamente outras perspectivas teóricas e políticas num sentido anticapitalista, a exemplo de sua leitura de Max Weber e da aposta no ecossocialismo, rompendo com a crença no progresso e valorizando certo "marxismo weberiano" e a retomada marxista do anticapitalismo romântico. Analisando com maestria o desenvolvimento interno da obra de Löwy desde os anos 1960, indissociável do cenário histórico em que se insere, Fabio Querido fala também de nossa época, em que os críticos da ordem capitalista encontram dificuldade para articular a resistência negativa a ela e a projeção de um outro mundo possível. (Auto)crítica anticapitalista da modernidade, resistência e revolução, questionamento das ilusões no progresso: o "marxismo libertário" de Michael Löwy, em seus alcances e limites, tem muito a nos dizer num contexto de adversidade para as propostas socialistas, como propõe este livro instigante. [Texto de orelha assinado por Marcelo Ridenti]
©2019 GoogleSite Terms of ServicePrivacyDevelopersArtistsAbout Google|Location: United StatesLanguage: English (United States)
By purchasing this item, you are transacting with Google Payments and agreeing to the Google Payments Terms of Service and Privacy Notice.