Assim tudo começou: enigmas da criação

Quinteto Editorial
Free sample

Assim tudo começou: enigmas da criação apresenta adaptações, em ritmo de aventura, de mitos e lendas sobre a criação do Universo, de diversas civilizações e épocas. Uma viagem através de culturas tão diferentes como a dos aborígenes da Austrália, dos vikings, dos gregos, dos egípcios... e muitas outras. Trata-se de uma jornada que percorre a enorme riqueza simbólica dos nossos semelhantes, em diversos cantos do planeta. 
São doze contos, cada um deles recontando um ou mais mitos. Cada conto é seguido por um texto informativo e mapas localizando a cultura onde o mito se originou. (FTD Educação)
Read more

Reviews

Loading...

Additional Information

Publisher
Quinteto Editorial
Read more
Published on
Nov 30, 2013
Read more
Pages
112
Read more
ISBN
9788565616447
Read more
Language
Portuguese (Portugal)
Read more
Genres
Language Arts & Disciplines / Literacy
Read more
Content Protection
This content is DRM protected.
Read more
Read Aloud
Available on Android devices
Read more
Eligible for Family Library

Reading information

Smartphones and Tablets

Install the Google Play Books app for Android and iPad/iPhone. It syncs automatically with your account and allows you to read online or offline wherever you are.

Laptops and Computers

You can read books purchased on Google Play using your computer's web browser.

eReaders and other devices

To read on e-ink devices like the Sony eReader or Barnes & Noble Nook, you'll need to download a file and transfer it to your device. Please follow the detailed Help center instructions to transfer the files to supported eReaders.
Pedro Bandeira
Esta coletânea é composta por três ensaios: “Histórias para sentir medo”, de Pedro Bandeira; “O fascínio do medo”, de Luiz Raul Machado; “Sombras da adolescência”, de Daniel Piza e “O terror diz: ‘até breve!’”, de Luiz Antonio Aguiar.

No primeiro ensaio, Pedro Bandeira faz interessantes observações acerca do prazer que o medo gerado pela leitura pode nos proporcionar. Tal prazer, para ele, seria uma consequência do trabalho criativo a que o ato de ler nos submete, que nos faz criar e sentir algo que está apenas nos sendo contado.

Em “O fascínio do medo”, Luiz Raul Machado afirma que é justamente o fascínio pelo medo criado apenas pela imaginação o responsável pela atração que as histórias de terror promovem. Segundo o autor, é isso que motiva as diversas releituras dos clássicos de terror que foram e continuam sendo feitas ao longo do tempo. Trata-se de ver com novos olhos e redescobrir sensações antigas.

“Sombras da adolescência” aborda inicialmente as obras de Poe, expandindo-se posteriormente para outros textos, mostrando o fascínio e a influência que estes podem exercer na adolescência, época em que nasce a vontade de ampliar horizontes e viver aventuras.

Por fim, no último ensaio, Luiz Antonio Aguiar faz um panorama bem explicativo sobre o gênero gótico. Quem tem interesse no assunto e quer conhecer mais sobre a literatura gótica não pode perder.

Com apresentação de Luis Antônio Aguiar, estes ensaios fazem parte do livro Góticos: Contos Clássicos - Vampiros, Múmias, Fantasmas e Outros Astros da Literatura de Terror, primeiro volume da Coleção Góticos.

Magalí Sparano
  O(a) analista assume a tarefa que lhe foi dada ou que ele(a) mesmo(a) atribui a si: analisar estilisticamente um texto. Então as perguntas se multiplicam: o que encontrará? De acordo com sua afiliação teórica, as perguntas podem ser: estilos? Um só estilo? O do autor? O do gênero? O do texto? O da língua? A expressividade?

Para responder a essas primeiras questões, o(a) analista se vê inserido em uma linha teórica com um instrumental de análise próprio. Longe de estar preso(a), ele(a) tem um horizonte no qual vai trabalhar e vários pressupostos teóricos. O primeiro, e talvez o mais complexo, é o conceito do estilo, cuja origem pode ser localizada nos estudos da antiga Retórica e cuja produtividade vem sendo demonstrada, até os dias de hoje, nos domínios da Estilística e para além dela. Tanto a ideia de texto quanto a de discurso indicam o aspecto interacional, tecidos com os conhecimentos de convivência social e com a ação desses sujeitos. Daí a necessidade de descartar a ideia de estilo como desvio, como adorno, acréscimo, como expressão do indivíduo ou expressão de um grupo, pois cada texto, que corresponde a um gênero, relaciona-se com o espaço em que circula, os participantes envolvidos, o tratamento temático da maneira como o domínio em que se insere determina os valores. Nesse bojo dos nossos diálogos sobre Estilística, surge a proposta deste livro Cora Coralina: retratos de mulher, que se propõe como uma mostra do tipo de trabalhos que fazemos no âmbito do Grupo de Pesquisa “Estudos Estilísticos”.

Pedro Bandeira
Esta coletânea é composta por três ensaios: “Histórias para sentir medo”, de Pedro Bandeira; “O fascínio do medo”, de Luiz Raul Machado; “Sombras da adolescência”, de Daniel Piza e “O terror diz: ‘até breve!’”, de Luiz Antonio Aguiar.

No primeiro ensaio, Pedro Bandeira faz interessantes observações acerca do prazer que o medo gerado pela leitura pode nos proporcionar. Tal prazer, para ele, seria uma consequência do trabalho criativo a que o ato de ler nos submete, que nos faz criar e sentir algo que está apenas nos sendo contado.

Em “O fascínio do medo”, Luiz Raul Machado afirma que é justamente o fascínio pelo medo criado apenas pela imaginação o responsável pela atração que as histórias de terror promovem. Segundo o autor, é isso que motiva as diversas releituras dos clássicos de terror que foram e continuam sendo feitas ao longo do tempo. Trata-se de ver com novos olhos e redescobrir sensações antigas.

“Sombras da adolescência” aborda inicialmente as obras de Poe, expandindo-se posteriormente para outros textos, mostrando o fascínio e a influência que estes podem exercer na adolescência, época em que nasce a vontade de ampliar horizontes e viver aventuras.

Por fim, no último ensaio, Luiz Antonio Aguiar faz um panorama bem explicativo sobre o gênero gótico. Quem tem interesse no assunto e quer conhecer mais sobre a literatura gótica não pode perder.

Com apresentação de Luis Antônio Aguiar, estes ensaios fazem parte do livro Góticos: Contos Clássicos - Vampiros, Múmias, Fantasmas e Outros Astros da Literatura de Terror, primeiro volume da Coleção Góticos.

©2017 GoogleSite Terms of ServicePrivacyDevelopersArtistsAbout Google
By purchasing this item, you are transacting with Google Payments and agreeing to the Google Payments Terms of Service and Privacy Notice.