A história da ciência para quem tem pressa: De Galileu a Stephen Hawking em 200 páginas!

Editora Valentina
10
Free sample

2.500 anos de descobertas — os feitos dos grandes cientistas, desde os tempos antigos até a era moderna. Desde os tempos antigos, homens e mulheres de brilhante intelecto tentam entender o universo observando muito além da capacidade de ver ou mesmo tocar — de minúsculos átomos às mais distantes estrelas. A História da Ciência para Quem Tem Pressa é um guia essencial para o leitor que deseja conhecer os resultados de milhares de anos de atividades e esforços na área da ciência. É uma obra que resume, em ordem cronológica, as principais descobertas dos mais fecundos pensadores, entre os quais podemos citar Aristóteles, Arquimedes, Lavoisier, Fibonacci, Darwin, Da Vinci, Curie, Turing, Edison, Euclides, Newton, Einstein, Pasteur, Kepler, Copérnico e Hipócrates. O livro destaca também, em sintéticas biografias, a vida e os trabalhos dos cientistas que mais influenciaram nosso planeta. Nele, o leitor saberá, entre muitas outras coisas superinteressantes, que Ptolomeu teve que corrigir certo aspecto de suas convicções para se harmonizar com suas teorias; que Freud usava cocaína em suas sessões de atendimento psicoterápico para "expandir" a própria mente; e que Tim Berners-Lee, o inventor da WWW, foi proibido de usar os computadores da sua universidade depois que descobriram que ele estava hackeando o sistema. Também com o objetivo de demonstrar que a curiosidade humana não tem limites, esta obra apresenta os experimentos que ousaram contestar "verdades" consagradas e cujas teorias mudaram a nossa forma de ver o mundo. Para sempre.
Read more

About the author

NICOLA CHALTON escreveu e editou diversas obras de teor histórico e de não ficção, entre as quais uma série de livros sobre a história da ciência e da filosofia. É proprietária de uma pequena editora em North Yorkshire, a qual administra em parceria com a sócia. MEREDITH MacARDLE é escritora e editora residente em Londres
Read more
4.9
10 total
Loading...

Additional Information

Publisher
Editora Valentina
Read more
Published on
Jun 30, 2017
Read more
Pages
200
Read more
ISBN
9788558890489
Read more
Language
Portuguese
Read more
Genres
History / World
Science / General
Read more
Content Protection
This content is DRM protected.
Read more
Read Aloud
Available on Android devices
Read more

Reading information

Smartphones and Tablets

Install the Google Play Books app for Android and iPad/iPhone. It syncs automatically with your account and allows you to read online or offline wherever you are.

Laptops and Computers

You can read books purchased on Google Play using your computer's web browser.

eReaders and other devices

To read on e-ink devices like the Sony eReader or Barnes & Noble Nook, you'll need to download a file and transfer it to your device. Please follow the detailed Help center instructions to transfer the files to supported eReaders.
Análise histórica do Brasil colonial baseada na política administrativa do colonizador português, o Brasil sobrevive hoje com resquícios desta síndrome sócio-política refletindo em todos os atos diários do brasileiro. Nossa visão distorcida do manejo da política nos leva a praticar atos horrendos diante dos olhos do mundo civilizado. Ainda nos esforçamos muito para garantir um retorno viável de toda a carga tributária que arcamos tanto à nível do trabalhador quanto na esfera das empresas privadas. Criticamos a atual estrutura administrativa nos três níveis de governo - o federal, o estadual e o municipal. Em função do Pacto Federativo e de dotações orçamentárias vinculadas mediante Lei Federal, tanto o executivo federal quanto o estadual e o municipal (este diga-se de passagem o mais frágil de todos nesta cadeia de responsabilidades imputadas pela LRF - Lei de Responsabilidade Fiscal) não têm espaço para manobrar em situações de contingenciamentos. Proponho uma revisão completa do Pacto Federativo junto com uma reforma profunda na administração nestas 3 esferas de poder, mediante a aplicação de um choque administrativo e financeiro, moldando o tamanho do estado a uma realidade palpável necessária a uma boa administração na aplicação dos recursos tributários arrecadados. Somente depois desta reforma é que poderemos ter embasamento técnico e financeiro para procedermos com uma verdadeira Reforma Tributária, onde procuraremos transferir para os municípios uma maior responsabilidade na arrecadação dos impostos gerados nesta esfera de governo - aquela que está mais próxima do cidadão e da própria geração de bens. Sou visionário em prever que chegará o dia em que o Município não mais será um ente pedinte, não terá câmera de vereadores para cidades com até 120.000 habitantes, e sim, um Conselho de Cidadãos eleitos em seus distritos (o voto distrital - que servirá de base para as eleições estaduais e federais). O voto facultativo também será uma realidade.
©2018 GoogleSite Terms of ServicePrivacyDevelopersArtistsAbout Google|Location: United StatesLanguage: English (United States)
By purchasing this item, you are transacting with Google Payments and agreeing to the Google Payments Terms of Service and Privacy Notice.