Debater a Europa nº 18

Imprensa da Universidade de Coimbra / Coimbra University Press
3

Este número especial da Revista Debater a Europa é dedicado às relações externas da União Europeia (UE) com destaque para as relações da UE com a Rússia e com os estados da Parceria Oriental. Num contexto de rivalidade sem precedente após o final da Guerra Fria entre a UE e a Rússia, cujas implicações na área de vizinhança partilhada entre estes dois atores são muito claras, impõe-se analisar estas relações de modo a melhor compreender como chegamos à situação atual e podermos então refletir sobre como avançar numa lógica mais construtiva. O desafio de organizar este número especial surge no contexto dos trabalhos que estou a desenvolver no âmbito da Cátedra Jean Monnet1, e constitui um momento de reflexão importante sobre as relações externas da UE num momento particularmente desafiador do processo de construção europeia. Agradeço o convite aos editores da Revista e deixo um agradecimento muito particular aos autores que se associaram a esta iniciativa permitindo dar-lhe forma e substância.

Read more
1.7
3 total
Loading...

Additional Information

Publisher
Imprensa da Universidade de Coimbra / Coimbra University Press
Read more
Published on
Jan 24, 2018
Read more
Pages
135
Read more
Read more
Best For
Read more
Language
Portuguese
Read more
Genres
History / Europe / General
Read more
Content Protection
This content is DRM protected.
Read more

Reading information

Smartphones and Tablets

Install the Google Play Books app for Android and iPad/iPhone. It syncs automatically with your account and allows you to read online or offline wherever you are.

Laptops and Computers

You can read books purchased on Google Play using your computer's web browser.

eReaders and other devices

To read on e-ink devices like the Sony eReader or Barnes & Noble Nook, you'll need to download a file and transfer it to your device. Please follow the detailed Help center instructions to transfer the files to supported eReaders.
Procurou-se, e esse foi o objetivo essencial, que este volume fosse marcado pelo discurso questionador e crítico de historiadores, de filósofos, de especialistas da ciência política, das ideias, do direito, da economia, da educação, da comunicação, da informação, das ciências, das artes. Surgiram assim interpretações, quadros, configurações e reconfigurações, ângulos de análise diversificados que fomentarão, por certo, uma reflexão viva dos leitores. É fundamental — continua a sê-lo — repensar e questionar campos temáticos à luz das análises teóricas e concetuais, mas também dos processos, das dinâmicas, das relações, das potencialidades explicativas da nossa contemporaneidade. É assim que se entende este livro, com muitas contribuições, que vêm propiciar e enriquecer a reflexão sobre Outros Combates pela História. Combates pela História é, como se sabe, o título de um livro famoso de Lucien Febvre dos anos cinquenta. Através de uma recomposição, de novo se deu importância a todas as modalidades da História, mantendo, todavia, o sentido do rigor que era algo perseguido nos «combates pela História». Quer-se, pois, analisar o sentido da História, nas suas várias áreas. Contudo, ao propor-se este tema, não se desejou que os autores apresentassem tanto as suas investigações nas suas áreas próprias — embora elas estivessem subentendidas e devessem ser expressas —, mas que refletissem sobre o seu sentido no âmbito da História entendida como Ciência Social e Humana. Para tal, desejou-se que discutissem o objeto e o método da História das diversas áreas, equacionando os seus vários problemas. Foi isso que também sucedeu — estamos disso convencidos. Mas será o leitor, melhor do que ninguém, a ajuizá-lo.
2016 foi um ano de consternação para a opinião pública mundial. Líderes, políticos, académicos e os media internacionais não souberam explicar de forma convincente a razão das vitórias inesperadas do Brexit e de Trump, consideradas um cataclismo para a ordem política estabelecida. Em 2017, a votação surpreendentemente alta em Marine Le Pen nas presidenciais francesas, e uma série de vitórias de partidos considerados anti-sistema em países da Comunidade Europeia, confirmaram a força de uma nova dinâmica na política internacional, que se instala e que requer ser explicada.Em Bárbaros e Iluminados, o Professor Jaime Nogueira Pinto vem esclarecer esta grande perturbação do statu quo mundial. Descreve a crise profunda que afecta o mundo liberal globalizado e analisa as razões da crescente rebelião espontânea dos povos contra a elite internacional no poder. Recorre à História e às utopias para caracterizar quem nos tem governado – à sua formação, crenças, valores e ambições –, e traça o percurso dos movimentos populistas que se lhe têm vindo a opor, os «perturbadores» da ordem instituída. Bárbaros e Iluminados é o livro de leitura obrigatória para quem queira ter uma visão integrada, profunda e fundamentada dos vários acontecimentos chocantes, aparentemente sem conexão entre si, dos últimos anos, mas que têm tido o condão de agitar fortemente a Europa, os Estados Unidos e o mundo global. Uma obra de grande actualidade e importância, escrito por um dos maiores escritores portugueses do momento.
©2018 GoogleSite Terms of ServicePrivacyDevelopersArtistsAbout Google|Location: United StatesLanguage: English (United States)
By purchasing this item, you are transacting with Google Payments and agreeing to the Google Payments Terms of Service and Privacy Notice.