Rotas Da Natureza: Cientistas, Viagens, Expedicoes, Instituicoes

Imprensa da Universidade de Coimbra / Coimbra University Press
Free sample

Esta obra resulta da reunião dos textos que nos foram enviados pelos autores e participantes no Colóquio "Rotas da Natureza. Cientistas, Viagens, Expedições e Instituições". Integraram a Comissão Científica conceituados nomes na área: Profª Doutora Ana Luísa Janeira (Portugal); Profª Doutora Ana Goldfarb (Brasil); Profª Doutora Celina Lertora (Argentina); Prof. Doutor Javier Puerto (Espanha); Profª Doutora Márcia Ferraz (Brasil); Prof. Doutor Patrice Bret (França); Profª Doutora Patricia Aceves Pastrana (México). Tratou-se de um Colóquio Internacional com a presença de oradores de diversos países da Europa, da América Latina e Extremo Oriente. Este Colóquio assinalou os 10 anos da fundação da Red de Intercambios para la Historia y la Epistemologia de las Ciencias Químicas y Biológicas (RIHECQB) e foi considerado a XII Reunião Internacional da RIHECQB. 

 

This work brings together papers presented at the conference “Routes of Nature: Scientists, Voyages, Expeditions and Institutions”, whose Advisory Board includes respected names such as Prof. Ana Luísa Janeira (Portugal); Prof. Ana Goldfarb (Brazil); Prof. Celina Lertora (Argentina); Prof. Javier Puerto (Spain); Prof. Márcia Ferraz (Brazil); Prof. Patrice Bret (France); Prof. Patricia Aceves Pastrana (Mexico). This was an international conference with speakers from various countries in Europe, Latin America and the Far East. It marked 10 years of the foundation of the Exchange Network for History and Epistemology of Chemical and Biological Sciences (RIHECQB) and was considered the 12th International Conference of RIHECQB.

Read more

About the author

Ana Leonor Pereira é doutorada em História da Cultura com a dissertação “Darwin em Portugal. Filosofia. História. Engenharia Social 1865-1914” (2 vols., 1998). É Professora da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e Investigadora do Grupo de História e Sociologia da Ciência do CEIS20 da mesma Universidade. Os seus interesses de investigação preferenciais são: história da cultura, história da cultura científica, história das ideias, história das ideias científicas, história da medicina, história da farmácia, história das ciências da vida, sublinhando-se projectos sobre a história do corpo, a história da psiquiatria, a história da higiene e da saúde pública, a história da farmácia, dos alimentos, medicamentos e venenos, bem como a história do darwinismo em Portugal. Tem coordenado e participado em projectos de investigação nacionais e internacionais neste âmbito, alguns financiados pela FCT, FCG e Ministerio de Ciencia e Innovación (Espanha). É autora / co-autora de mais de 150 publicações sob a forma de livros, capítulos de livros e artigos publicados em revistas científicas e obras colectivas em Portugal e no estrangeiro e é autora / co-autora de comunicações e conferências apresentadas em reuniões nacionais e internacionais. Integra redes de investigação internacionais. Além das teses de mestrado e doutoramento orientadas, em 2011 é orientadora /co-orientadora de onze doutoramentos e pós doutoramentos dos quais nove financiados pela FCT.

 

She holds a Doctorate in History of Culture with a dissertation entitled “Darwin em Portugal. Filosofia. História. Engenharia Social 1865-1914” [Darwin in Portugal: Philosophy, History, Social Engineering 1865-1914] (2 vols., 1998). She is a Professor at the Faculty of Letters of the University of Coimbra and a Researcher at the History and Sociology of Science Group CEIS20 at the same institution. Her principal research interests are: the history of culture, the history of scientific culture, the history of ideas, the history of scientific ideas, the history of medicine, the history of pharmacology, the history of the life sciences, (especially projects on the history of the body), the history of psychiatry, the history of hygiene and public health, medicine and poisons, as well as the history of Darwinism in Portugal. She has coordinated and participated in projects at national and international levels in these areas, some of which were financed by the FCT, FCG and the Ministry of Science and Innovation in Spain. She is author or co-author of more than a hundred and fifty publications in book form, book chapters and articles published in scientific journals and collective works in Portugal and abroad, and is author or co-author of statements and conference presentations at national and international meetings. She is also part of international research networks. Her supervision of thesis work at both masters and doctoral level since 2011 has seen her as advisor or co-advisor of eleven doctorates or post-doctorates, of which nine were financed by the Foundation for Science and Technology.

 

João Rui Pita é doutorado em Farmácia com uma tese de história da farmácia (1995). É Professor da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra e Investigador do Grupo de História e Sociologia da Ciência do CEIS20 da mesma Universidade. Os seus interesses de investigação preferenciais são: história da farmácia e dos medicamentos, a história da saúde, da higiene e da saúde pública, a história da ciência, relações farmácia, medicamentos, saúde e sociedade, bem como a ética e deontologia farmacêutica. Tem coordenado e participado em projectos de investigação nacionais e internacionais neste âmbito, sendo alguns deles financiados pela alguns financiados pela FCT, FCG e Ministerio de Ciencia e Innovación (Espanha).. É autor de livros, capítulos de livros e artigos publicados em revistas científicas e obras colectivas em Portugal e no estrangeiro e é autor / co-autor de comunicações e conferências apresentadas em reuniões nacionais e internacionais.. Além de várias teses de mestrado e doutoramento orientadas, em 2011 é orientador / co-orientador de catorze doutoramentos e pós doutoramentos dos quais doze financiados pela FCT.

 

He has a Doctorate in Pharmacy with a thesis on the history of pharmacy (1995). He is a Professor at the Faculty of Pharmacy of the University of Coimbra and a Researcher on the History and Sociology of Science Group CEIS20 at the same university. His preferred research interests are: history of pharmacy and the history of medicine, the history of health, hygiene and public health, the history of science, pharmacy relations, medication, health and society, as well as ethics and pharmaceutical deontology. He has coordinated and participated in national and international research projects in this area, some of which were grant-aided by the Foundation for Science and Technology (FCT) in Portugal and the Spanish Ministry of Science and Innovation. He has written books, book chapters and articles published in scientific journals and collective works in Portugal and abroad and is author or co-author of papers and conference speeches presented at national and international venues. He has advised many Master’s and Doctoral students, and as of 2011, has supervised or co-supervised fourteen doctorates and post-doctorates, of which twelve were grant-aided by the Foundation for Science and Technology (FCT).

Read more
Loading...

Additional Information

Publisher
Imprensa da Universidade de Coimbra / Coimbra University Press
Read more
Published on
Dec 1, 2006
Read more
Pages
300
Read more
ISBN
9789898074126
Read more
Read more
Best For
Read more
Language
Portuguese
Read more
Content Protection
This content is DRM protected.
Read more

Reading information

Smartphones and Tablets

Install the Google Play Books app for Android and iPad/iPhone. It syncs automatically with your account and allows you to read online or offline wherever you are.

Laptops and Computers

You can read books purchased on Google Play using your computer's web browser.

eReaders and other devices

To read on e-ink devices like the Sony eReader or Barnes & Noble Nook, you'll need to download a file and transfer it to your device. Please follow the detailed Help center instructions to transfer the files to supported eReaders.
Este estudo tem como objetivo conhecer a forma como diferentes factores influenciam a saúde da população residente na Área Metropolitana de Lisboa (AML), colocando a ênfase no impacte dos fatores ambientais, físicos e sociais. Sendo o contexto multidimensional, teorizam-se as múltiplas dimensões do ambiente sociomaterial local, insistindo sobretudo nos aspetos que fazem a diferença entre os lugares. Avaliadas as dimensões ambientais, procura-se modelar e explicar a sua influência na saúde individual, recorrendo-se a metodologias de análise estatística multivariada. Os resultados obtidos comprovam a tese colocada: na AML há uma forte relação entre saúde e espaços de vida quotidiana – os lugares. Essa relação, que se verifica para diferentes características contextuais, permanece quando são controladas características individuais tidas como determinantes maiores da saúde. A boa acessibilidade ao transporte público, a maior disponibilidade de serviços de saúde preventiva, níveis elevados de capital social e baixos níveis de privação material contribuem significativamente para um melhor estado de saúde auto-avaliado. Todavia, o quadro das variações em saúde não se apresenta linear; o efeito do lugar na saúde não é universal, mas específico, afetando de forma distinta diferentes grupos populacionais. Este trabalho, revelando uma topografia do risco e da proteção na AML, reconhece ao lugar a capacidade de gerir/gerar saúde e doença, constituindo-se como uma nova abordagem a um velho problema de saúde pública. Esta nova abordagem, integradora e local, fundada na análise das determinantes ambientais da saúde, aponta a possibilidade de romper a cadeia de factores de risco que conduz ao empobrecimento da saúde. Considera-se, pois, que agir sobre os lugares é agir socialmente sobre os indivíduos, integrados nas suas comunidades.

 

This study looks at the different factors (environmental, physical and social) influencing the health of the population resident in the Lisbon Metropolitan Area (LMA). It theorizes the multiple dimensions of the local sociomaterial context, focusing above all on aspects that differentiate between places, and seeks to model and explain their influence on individual health by means of multivariate statistical analysis. The results obtained prove the hypothesis that in the LMA, there is a strong relationship between health and the spaces, or places, of daily life. That relationship, which is found for different contextual characteristics, remains true when individual characteristics, considered to be major health determinants, are controlled. Good access to public transport, the availability of preventive health services, high levels of social capital and low levels of material deprivation contribute significantly to a better self-assessed health status. However, the relationship is not linear; the effect of place on health is not universal but specific, clearly affecting different population groups. This work, which reveals a topography of risk and protection in the LMA, recognises the capacity of place to manage/generate health and disease, thereby constituting a new approach to an old problem of public health. With its suggestion that By suggesting that it might be possible to break the chain of risk factors that leads to health impoverishment, acting upon places becomes a way of acting socially upon individuals, integrated into their communities.

A presente obra tem por pano de fundo a passagem da medicina tradicional/empírica para a medicina moderna/científica, nomeadamente a partir da década de 40 do séc. XIX. Incindivelmente ligado a esta revolução surge o vulto de Virchow, personagem central desta obra. Atualmente, Virchow apenas é conhecido dos médicos, inter alia, por ser o pai da patologia celular; mas ele foi muito mais do que isso. Na verdade, a vida e atuação de Virchow distinguem-se não só na ciência médica, mas igualmente em ciências emergentes do seu tempo, como o foram a antropologia e a arqueologia. Simultaneamente foi um eminente político, quer ao nível da civitas (Berlim), quer a nível nacional (deputado no Landtag do Estado da Prússia e deputado no Reichstag). Em muitos aspetos, particularmente em termos de política da saúde, os seus pensamentos continuam atuais, modernos, e em parte, por realizar, pelo que só por isso, se aconselharia uma leitura refletiva aos atuais responsáveis pela saúde, bem como aos seus profissionais. Em suma: o Virchow que aqui se quer dar a conhecer é alguém que continua a ser um exemplo, de vida e de vitalidade, em termos científicos, políticos, morais e, sobretudo, humanos/humanitários.

 

This work takes as its backdrop the transition between traditional medicine to modern scientific medicine in the 1940s. Inextricably connected to this revolution is the figure of Virchow, the central character of this work. Today, Virchow is really only known to doctors as the father of cell pathology. However, he was much more than this. In fact, his life and deeds are distinguished not only in medical science but also in the emerging sciences of his time, such as anthropology and archaeology. He was also an eminent politician both on the level of the civitas (Berlin) and nationally (deputy in the Landtag of the State of Prússia and deputy in the Reichstag). In many respects, his thoughts are still modern and up-to-date and still to be fulfilled, particularly in the area of health policy, and for this reason alone, anyone involved in healthcare administration or practice would benefit from reading this. In short, the Virchow that is presented here is someone that continues to be an example of life and vitality in scientific, political, moral and above all human/humanitarian terms.

Há 150 anos, mais precisamente em 24 de Novembro de 1859, Darwin deu a conhecer um novo paradigma da história natural através da publicação A Origem das Espécies. Como a epistemologia já constatou, a teoria darwiniana da descendência com modificações ou teoria da seleção natural levou cerca de 20 anos a ser construída, ou seja, entre 1837 e 1859, grosso modo. Os 150 anos de história do darwinismo e da evolução apresentam a fecundidade da teoria da seleção natural, tanto no plano das ciências da vida e do homem como no plano das culturas. Tal como em quase todo o mundo, também em Portugal a receção de Darwin iniciou-se nos anos 60 do século XIX, apresentando novidades surpreendentes, atendendo à escala portuguesa. Em 2009 o Grupo de História e Sociologia da Ciência do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra organizou o Encontro Internacional “Darwin, Darwinismos, Evolução (1859-2009)”. Esta reunião científica pretendeu ser um espaço de discussão aberto a todos os interessados neste tema, tanto no plano nacional como internacional. Os textos agora publicados constituem uma coletânea de muitos textos ampliados e que serviram de base às comunicações apresentadas. 

 

150 years ago, on 24th November 1859, Darwin launched a new paradigm of natural history with the publication of his work On the Origin of the Species. As epistemology has shown, Darwin’s theory of descent with modification, or the theory of natural selection, took some 20 years to develop (i.e. between 1837 and 1859, broadly speaking). The 150-year history of Darwinism and evolution show the fecundity of this theory, in both the life sciences and culture. In Portugal, as in much of the rest of the world, the reception of Darwin only really got going in the 1960s, and took an interesting form. In 2009, the History and Sociology of Science group at the Centre for 20th century Interdisciplinary Studies at the University of Coimbra organized the international conference on “Darwin, Darwinisms, Evolution (1859-2009)”, to provide a forum for anyone interested in the subject, both nationally and internationally. The texts published here are extended versions of the papers presented at that conference

©2018 GoogleSite Terms of ServicePrivacyDevelopersArtistsAbout Google
By purchasing this item, you are transacting with Google Payments and agreeing to the Google Payments Terms of Service and Privacy Notice.